Empresário: já ouviu falar em compliance trabalhista?

A prevenção de riscos trabalhistas impacta diretamente no aumento do lucro da empresa, já que diminuirá a possibilidade de um passivo, sendo esse um dos objetivos de todo empresário.

Com base nessa premissa é que vislumbramos a importância de se implementar um programa de compliance na rotina das empresas.


Compliance é um termo em inglês que significa conformidade. Existe compliance em várias áreas, porém, destacamos aqui o compliance na área trabalhista, o qual tem por objetivo disciplinar o cumprimento de normas e diretrizes trabalhistas para garantir uma melhor administração interna em todas as áreas da empresa.


Um trabalho ativo de compliance trabalhista, pautado no alinhamento de uma boa gestão administrativa com o correto cumprimento da legislação trabalhista, de segurança e saúde no trabalho, pode evitar a aplicação de multas por órgãos públicos (em caso de eventual fiscalização trabalhista na empresa) e em condenações judiciais.


Dentre as práticas preventivas destacam-se, não exclusivamente: o correto atendimento das normas aplicáveis à categoria profissional; a gestão de programas de segurança e saúde do trabalho; aperfeiçoamento da gestão de pessoas; analisar e prevenir fraudes; criação de manuais internos de normas e procedimentos; apuração para a boa contratação de prestadores de serviços; política de participação nos lucros; assessoria preventiva nas atividades diárias da empresa; etc.


A prática do compliance garante uma melhor visibilidade e reforça a boa imagem da empresa perante o mercado, pois demonstra tratar-se de uma empresa seriamente preocupada com a prevenção de riscos e, por isso, mais atraente para se contratar.

Por isso, a contratação de um trabalho contínuo de auditoria e compliancetrabalhista na rotina das empresas, para revisão periódica de processos e procedimentos internos, é um dos melhores investimentos que o empresário pode fazer, pois o trabalho preventivo resulta em melhorias e economia, já que o risco de um passivo trabalhista será cada vez menor.


Fonte: JusBrasil


5 visualizações0 comentário